Iluminação pública e a importância da eficiência energética

Hoje, falar de iluminação pública sem destacar a importância da eficiência energética, é algo sem sentido algum para qualquer gestão moderna.

Afinal, em tempos de smart cities, um dos principais objetivos almejados pelos gestores públicos é conseguir justamente oferecer projetos de iluminação com mais qualidade, consciência, e com menos custos e impactos aos seus cidadãos.

Não é à toa que este debate tem se tornado cada vez mais recorrente entre políticos, empresas e instituições públicas nos últimos anos. E, claro, daremos continuidade a ele por aqui!

Confira a leitura até o final e entenda melhor essa relação entre iluminação pública e a importância da eficiência energética, com dicas, exemplos e ideias que podem mudar o futuro de sua cidade.

Vamos lá!

Afinal, qual a relação da eficiência energética com a iluminação pública?

Desde que a ANEEL publicou a resolução nº 414 de 2010, toda a gestão, manutenção e modernização da iluminação pública no Brasil passou a ser de responsabilidade dos municípios.

E isso também permitiu descentralizar e pulverizar novas propostas e ideias de projetos mais modernos e inteligentes em diversas gestões do país.

Hoje, uma década depois da decisão, já temos resultados bem satisfatórios em inúmeras cidades, como Campinas, Curitiba, Rio de Janeiro, entre outras, que já podem ser consideradas Smart Cities em diferentes quesitos de eficiência energética.

De uma forma geral, essa relação se dá no equilíbrio ideal de bons projetos, que permitem entregar uma iluminação pública de qualidade e, ao mesmo tempo, cumprir fatores estratégicos indispensáveis hoje em dia, tais como: redução de custos, melhoria na segurança, sustentabilidade etc.

E quais desafios e soluções possíveis nesse cenário?

Atualmente, falar de iluminação pública eficiente e mais sustentável está longe de ser algo inalcançável ou mesmo difícil de ser implementado, visto a imensa variedade de soluções e ferramentas à disposição das gestões.

Evidentemente, isso requer investimentos financeiros e planejamento estratégico das cidades, mas o que, sem dúvidas, é recompensado a curto prazo por meio de resultados indiscutíveis e comprovados em melhorias da qualidade de vida da sociedade, otimização das contas públicas, aumento dos níveis de segurança, mais controles e eficiência operacional desses parques.

Dessa forma, baseado no que já existe e é implementado em diferentes cidades do mundo, podemos destacar como soluções viáveis de iluminação pública as seguintes ideias:

  • Substituição de postes e luzes em vias públicas por LED;
  • Geração de energia por meio de fontes renováveis;
  • Automação da gestão dos parques de iluminação pública com sistemas inteligentes;
  • Otimização das operações de manutenção;
  • Uso de ferramentas e canais de comunicação moderna com a população.

Em resumo, essas são algumas ideias e dicas sobre como é possível melhorar a eficiência energética em qualquer projeto de iluminação pública, e o que não faltam são soluções e iniciativas à disposição dos gestores e cidades que prezem pela sua modernização de suas operações e qualidade de vida de seus cidadãos.

Curtiu? Quer saber mais sobre o assunto e entender como implementar essa ideia na prática em sua cidade? Então, não deixe de conversar com um de nossos especialistas e conheça mais sobre as soluções inteligentes de energia da Stylux.

(Imagem: divulgação)

Previous Post
Newer Post